18. nov, 2015

O VENDEDOR DE FRUTAS - Poesia: Maria Antonieta

 

Na praia chamou-me atenção

carregando frutas, um vendedor

em São Luis – Maranhão

sob o sol e muito calor.

 

Trazia sobre os ombros uma taquara

e apregoava sempre sorrindo

mostrando na ponta da vara

bacuri, cupuaçu, abricó e tamarindo.

 

Com invejável  bom humor

naquele sol  inclemente

pra lá e pra cá o vendedor

trabalhava honestamente.

 

Disse não ser maranhense

mas orgulhoso filho do Ceará.

A seca o fez migrar sem pertence

não podia ficar mais por lá.

 

Usava seu chapéu de couro

no rosto  sorriso escancarado

um homem assim vale ouro

enfrentando  trabalho pesado.

 

Ganha seu sustento esse brasileiro;

sabemos, não é muito dinheiro

mas apesar de tão dura lida

está sempre de bem com a vida.

 

 

MARIA ANTONIETA CAMARGO AMARANTE - Formada em Letras Português/Inglês pela Universidade Federal do Paraná e em Lingua Inglesa pelo Centro Cultural Brasil/Estados Unidos.