26. set, 2015

O NOSSO SABIÁ - POESIA: Agenor Santos

O nosso Sabiá

No seu acasalar

A anunciar

A primavera

 

Dia e noite

A gorjear sem parar

Na alta madrugada

A fazer serenata

 

A acalentar

Pessoas jovens

Adultos e idosos

Para o sono chegar

 

O nosso Sabiá

Que encanta

E impressiona

Com sua sonora melodia

 

Em busca de lugar

Para gorjear

Não escolhe Palmeiras

Para se apresentar

 

Com seu canto inconfudível

Mostrar do que é capaz

A contrariar o Poeta

Consagrado Gonçalves Dias

 

Com "Minha terra tem Palmeiras,

Onde canta o Sabiá,

As aves que aqui gorjeiam

Não gorjeiam como lá"

 

O nosso Sabiá

Com Palmeiras

Pinheiros e Ipês

Amarelo  róseo e roxo

 

Lá do alto

Faz seu altar

Para celebrar

Com seu gorjear

 

Ao cumpriri seu ritual

Deixa saudades

A silenciar

Para no próximo ano voltar.

 

 

Agenor Boaventura dos Santos/Pedagogo/Pós-graduação em Docência Superior/Poeta.

 

aggenor@hotmail.com